Contador De Visitas

online

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Animes inteligentes, razões para assistir e como explicar isso para leigos



Adoro animes e mangás, muito mesmo, já faz tempo - acho que não chego a ser otaku por que? sei lá - e muitas vezes me pego tendo que explicar para o pessoal que não compartilha dessa minha paixão as razões que me levam a passar boa parte do meu tempo livre assistindo "desenho japonês". Tentarei colocar tudo nesse artigo, e aqui está o esquema estruturado da forma mais objetiva possível... Se você não entende porque tanta gente gosta dos animes, aqui está uma boa oportunidade para entender - se você gosta de animes e muitas vezes acaba sendo "incompreendido" por sua família e amigos, provavelmente vai curtir também.
Aviso: este artigo é enorme, mas garanto que vale a pena... Se preferir, leia apenas as partes que te parecerem mais interessantes - não há muita continuidade a ser perdida se você fizer isso. ^^

Os Enredos

Os japoneses fazem desenhos para o público mais velho (não, não é hentai) que focam em temas complicados como guerra, política, pena de morte, experiências traumáticas (ainda hão de inventar um ser mais sujeito a traumas de infância do que os personagens de anime), violência, etc. - e muitos desses animes mais "sérios" são capazes de gerar reflexões filosóficas bem lokonas. =D

Quer alguns exemplos? As sinopses a seguir foram escritas por mim, baseadas em respostas nada a ver que acabo fornecendo aos indivíduos que vem perguntar "o que estou assistindo" e em conversas com amigos... [nenhuma tem spoiler]

#edit: "Faltaram" muitos ítens, a lista foi baseade em animes que eu já assisti e a maioria dos que não apareceram não estão aí simplesmente porque eu ainda não tive a oportunidade de ver (mas pretendo assistir praticamente todos os citados nos comentários, assim que as condições espaço-temporais se mostrarem favoráveis). Quando for comentar, por favor, faça sua sugestão e diga "porque" ao invés de pedir que eu revise o tópico ou adicione sei lá qual título... Web 2.0, sabe? Seria ótimo tornar esse post construtivo e indicar os melhores animes para o pessoal.

Death Note: um estudante gênio entediado com a vida acha um caderno capaz de matar e determinar as circunstâncias da morte de qualquer um que tenha o nome escrito nele, então começa a matar todos os criminosos do mundo e começa a ser perseguido pela polícia e por um detetive viciado em açúcar que é tão/mais inteligente do que ele.


Nesse anime, a maioria das pessoas prefere torcer pelo detetive L do que para o Kira (pronúncia com sotaque japonês de Killer, assassino em inglês) - apesar de achar o L simpático, eu pessoalmente apoio o pensamento do Kira (apesar dele ser um psicopata doentio obsecado em ser o "deus do novo mundo") - sou a favor da pena de morte, não tenho fé o suficiente na humanidade para levantar a bandeira contra.



Anyway, é interessante pensar... O que você faria com um Death Note? De acordo com o Shinigami Ryuuk, e o anime dá a entender que ele não mentiu, a pessoa que usa o Death Note não pode ir nem para o céu e nem para o inferno - mas fora isso, a única consequência ruim é saber que você tirou a vida de outro ser humano. O Raito/Light/Kira era psicopata, então não ligava.


Code Geass: Lelouch, é um estudante gênio que recebe um poder chamado Geass, que permite que ele dê uma ordem que não pode ser desobedecida em hipótese alguma para qualquer um com quem tenha contato visual - mas o poder só pode ser usado uma única vez em cada pessoa. É meio complicado o começo, mas lá vai... O Japão foi dominado (assim como 1/3 do mundo), e teve seu nome mudado para "Área 11" por uma grande potência chamada Britannia, coincidentemente localizada onde no mundo real temos os EUA lol; esse cara é na verdade um príncipe exilado da Britannia que quer mais do que tudo garantir um futuro melhor para a irmãzinha que ficou paraplégica no mesmo atentado que matou a mãe deles - o pai, que não fez nada para investigar a morte da mãe, é o principal suspeito e alvo da vingança do protagonista.

Ele acaba se envolvendo com uns terroristas que querem libertar o Japão, começa a comandar algumas ações do grupo e vai logo dizendo: "Vocês estão fazendo tudo errado!" - acaba com os atentados que ele considera agressões infantis, e a partir daí monta seu próprio exército, a Ordem dos Cavaleiros Negros, que se apresenta como aliada da justiça. Ah, para conseguir isso ele não usa o Geass contra os terroristas - mas veste uma máscara e uma roupa estilosa porque nunca que eles iriam aceitar um cara de 17 anos não-japonês como líder. O nome desse alter-ego é Zero.


Um dos fatores interessantes é que ele evita ao máximo usar o geass, fazendo com que os aliados confiem nele por conta própria. Sim, seria possível dar a ordem "faça tudo o que eu mandar!"... Mas ele é humano, né? Acabou abusando algumas vezes sim... [ o vídeo é só uma cena aleatória, não tem spoiler.]



Para quem não fala inglês: nessa cena, um nobre britannian está mandando seus capangas elevens (novo nome dos japoneses após a tomada do Japão por Britannia) agredirem outro japonês. O Lelouch, que estava com raiva da vida em uma escala um pouco maior do que o normal naquele dia, interrompe a festa do pessoal usando o geass para dar ordens como "Vá para o chão e comece a pagar flexões!", "Dance!", "Faça polichinelos!", etc. - de acordo com as especificações do geass, eles provavelmente foram condenados a fazer isso pelo resto da vida... Para terminar, ele sai do beco dando risadas maníacas.

Anime especialmente recomendado para pessoas que ficam imaginando planos para dominar o mundo nas horas vagas.


Em breve, postarei uma resenha decente e mais bem escrita do que essa (nossa, isso tá parecendo coisa da Desciclopédia)... Quando for publicada, devo editar o post e deixar o link aqui.

Mobile Suit Gundam 00: Admito que não gosto muito de mechas (robozões gigantes, esses trambolhos estilo megazord que os japoneses adoram) - mas a temática desse anime é interessante. Uma organização independente chamada Celestial Being começa a agir de acordo com um plano elaborado por um professor doutor uns 200 anos atrás para acabar com todas as guerras do mundo. Inicialmente, o esquema é reprimir qualquer país que tente começar uma guerra/batalha com outro, atacando geral os dois lados, causando o maior caos no mundo, etc.

Elfen Lied: ADORO!!! Tem apenas 13 episódios, e um OVA meio chato. Uma mutação genética aleatória from hell ocorre e gera uma nova subespécie humana que recebe o nome de diclonius, devido às protuberância ósseas aka chifres que as meninas de cabelo rosa dessa espécie apresentam no crânio. Devido a um crescimento anormal da glândula pituitária, as diclonius possuem um tipo de poder telecinético capaz de criar tentáculos de ar (número variável), chamados vetores, que podem cortar qualquer coisa - inclusive membros humanos, o que acontece com frequência... O governo começa a aprisionar as diclonius em um instituto de pesquisa e esconde sua existência do resto da população, até que uma delas escapa - não antes de levar um tiro na cabeça e perder a memória, claro. Ela acaba sendo encontrada por um cara normal, que mora com sua prima normal e tem uma vida mais ou menos normal... Ah, a música de abertura é magnífica!



xxxHolic: Watanuki é um estudante que vê espíritos e não gosta nada disso. Um dia, ele entra na loja de uma mulher chamada Yuuko, que tem como produto principal a realização de desejos. Para ter seu desejo de parar de ver espíritos realizado, ele começa a trabalhar meio período nessa loja e passa a conviver com os clientes da loja, vários seres sobrenaturais do folclore japonês, etc... Eu amei o anime e o mangá. É da CLAMP, assim como Card Captor Sakura e Tsubasa Chronicles (esse tem vários crossovers no mangá, dizem que é legal ler os dois ao mesmo tempo - mas eu não gostei muito de Tsubasa).


A intenção foi fazer um post bem humorado e divertido, estou pensando em fazer uma série de posts sobre animes ou pelo menos uma lista com o meu Top 10... O blog está voltando aos poucos, e esse artigo já está enooooorme - provavelmente o pessoal não vai ter paciência de ler.

Os personagens
Muita gente já chorou em morte de personagem de anime, o que aliás é bem comum. Tadinhos, costumam ter expectativa de vida tão baixa... T.T Particularmente, nunca aconteceu comigo.

Superdica: anime-planet
Eu tenho um perfil no site anime-planet compilando praticamente TODOS os animes e mangás que eu já assisti na vida, com as notas de 1 a 5 que eu dei para cada um... O site é em inglês, mas é bem intuitivo e tem ótimas recomendações para cada série. ;D
Essa assinatura de fórum foi gerada automaticamente pelo site e mostra quanto tempo da minha vida eu já gastei assistindo animes, sem contabilizar os episódios que eu vi mais de uma vez...

mischa's anime, manga, reviews, recommendations, blogs and lists at Anime-Planet

Os Fansubs

Dia desses, estava explicando para alguns "adultos" um pouco mais velhos do que eu como era possível que eu assistisse tantos animes que sequer sairam do Japão, alguns que ainda nem acabaram de ser transmitidos... Pois é, os fansubs são um dos retratos mais notáveis da globalização - alguém ainda devia escrever uma tese de mestrado ou doutorado sobre isso, sério.


Tanto no mundo dos animes, como no dos seriados e muitos outros, muita gente tem acesso a um conteúdo antes "impossível" graças aos grupos de tradução e encoding. E de quebra, as legendas feitas de fãs para fãs também tem a vantagem de serem mais fiéis ao original por vários motivos, no caso das animações japonesas a principal diferença está naqueles pronomes de tratamento indispensáveis na polida cultura japonesa...

Fato: admito que a primeira vez que peguei um anime legendado para assistir, e isso foi há pelo menos uns seis ou sete anos atrás, fiquei boiando com aquele monte de onii-chansei-lá-o-que-sama e talz... Para piorar, ainda tinha dificuldade para guardar os nomes dos personagens, sem falar que a maioria deles não tem nada a ver com o que chega para nós nas dublagens. Depois de um tempo, quando você começa a entender, já fica mal acostumado demais... Muitos detalhes sutís passam batido sem essas peculiaridades da língua.

Discutir anime é uma experiência enriquecedora
Quando você discute anime, muitas vezes tem a oportunidade de viajar na maionese e queimar seus neurônios para argumentar em alguns tópicos específicos que a gente encontra por aí. Seja para entender/justificar a ação de um personagem, entender o que aquela organização maluca para a qual o herói trabalhava no começo realmente queria, se o protagonista que morreu no último episódio está realmente morto, se é certo matar todas as pessoas malvadas, etc... Seja como tentativa de empregar seus conhecimentos históricos e filosóficos em algo divertido, ou simplesmente para exercitar sua imaginação fértil ou não, discutir anime é um ótimo passatempo.=)
Well, pra terminar o post, deixo essa montagem clássica zoando o nome dos protagonistas da maior rixa entre animes do momento... Qual você prefere? \o/


Pra mim, Coca Zero... xD

.

5 comentários:

"Seja como tentativa de empregar seus conhecimentos históricos e filosóficos em algo divertido, ou simplesmente para exercitar sua imaginação fértil ou não, discutir anime é um ótimo passatempo.=)"

Ler um bom livro, amigo, é a mesma coisa. Além de aumentar o seu conhecimento, obterá habilidades de escrever melhor a nossa língua. Muito melhor e construtivo, não acha?

Cara, ler um livro não é emocionante. Eu sei que todo mundo fica falando que ler livro é importante e eu leio. O problema é que o que importa não é a mídia que se usa e sim a ideia que se traz. E me desculpe, mas animes e filmes trazem essas ideias incríveis de forma bem menos enrolada e chata do que esses livros cults e metidos a besta...Aposto que se a maioria dos animes citados acima fossem livros, seriam respeitados e idolatrados por pessoas que possuem barreiras infantis contra outros tipos de midia e não se abrem pra novas experiências como você. SHAME ON YOU!

"Fato: admito que a primeira vez que peguei um anime legendado para assistir, e isso foi há pelo menos uns seis ou sete anos atrás, fiquei boiando com aquele monte de onii-chan, sei-lá-o-que-sama e talz... Para piorar, ainda tinha dificuldade para guardar os nomes dos personagens, sem falar que a maioria deles não tem nada a ver com o que chega para nós nas dublagens..."
Eu comecei a assistir anime a 3 dias atrás (to bem viciado), mas o problema é que conheço quase ninguém que assisti anime ou leia mangá e nisso acabou me perdendo e ficando confuso e eu adoro debater eps e não ter com quem me deixa um pouco frustrado... Seu post foi muito bom pra mim, me ajudou bastante e se tu me permitir uma observação!
Olha o post esta bem interessante, mas tu se preocupou
muito com o o tamanho e estética etc e bah, não se preocupe com isso e principalmente com o tamanho, pois que assiste anime e lê mangás, não devem ter preguiça de ler e provavelmente jogam RPG e outra coisa, conforme com o interesse das pessoas elas vão se envolvendo com os texto e querendo mais acho que é só isso!

só digo uma coisa,Ergo Proxy

Ótimo post! Só não entendo como conseguem gostar do Kira... Não se trata de ser a favor ou não da pena de morte, pois eu sou a favor, mas do fato de que o Kira matou gente inocente.

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More